Em tempos de “Lives”, Gustavo Cuéllar concedeu uma ao “Canal Pilhado”, na tarde de quinta (10), dizendo estar “arrependido” sobre a maneira polêmica de como saiu do Rubro-negro. O colombiano se mostra orgulhoso de como o Flamengo está e confessa acompanhar sempre os jogos e caso volte um dia aos gramados brasileiros, a preferência seria pelo Mengão.

– Acompanho até hoje o Flamengo. Ontem eu estava vendo o Arrascaeta, o Gabi. Sempre acompanho, sempre que dá tempo e eu to acordado de madrugada, vejo o futebol brasileiro. Se eu voltar ao Brasil, a prioridade é o Flamengo. Me arrependo da forma que saí, recebi muito carinho e respeito, e a saída não foi da melhor maneira.

(Foto: Gilvan de Souza/CRF)


RELACIONADAS




Saída conturbada

Cuellar chegou em 2016, aprendeu precocemente o idioma e logo ficou conhecido pelo seu jeito raçudo; cativando rapidamente a nação Rubro-negra que logo o viu ser titular da posição e acompanhou suas diversas declarações de amor ao clube, uma delas dizendo que, se possível, faria um contrato vitalício com o clube. Relacionamento que durou 3 anos e uma confusa “separação”, como diria a musica do cantor Eduardo Costa “Se é que se cansou de mim, não pude perceber”. Cuellar saiu após diversos pedidos a diretoria, deixando boa parte dos torcedores surpresos.

O volante de 27 anos, foi para o Al-Hilal, em 2019, por um valor em torno de 35 milhões de reais. O flamengo, na época, detentor de 80% dos direitos econômicos do jogador, achou barato o preço da negociação, mas nada pode fazer visto que o jogador já havia tomado sua decisão.

Que pena para ele, que deixou o clube na reta final das competições e da nossa comemoração, dobradinha, Brasileiro-liberta, no fim de semana mais feliz do seculo 21.

Sente falta dele, torcedor? comenta aí.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui