De seis infectados, passou para sete depois que Vitinho também testou positivo para Covid-19 nesta segunda-feira (21), e agora o Flamengo irá testar seus jogadores de três em três dias para, ao menos, ter a chance de conseguir uma autorização da Conmebol para escalar alguns desses sete jogadores contra o Independente Del Valle, no dia 30, no Maracanã. O Rubro-Negro tem esperanças após ver a Conmebol liberar o Boca Juniors para escalar seus jogadores com Covid-19 no jogo da libertadores.

O time argentino havia pedido para entrar no Paraguai com seus jogadores ainda infectados com o corona vírus. O argumento usado era, resumidamente, de que seus jogadores testavam positivo, mas não transmitiam a doença.

 foto: Alexandre Vidal/Flamengo
foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Se faltar elenco, não pode faltar raça



RELACIONADAS




O Flamengo esta passando alguns dias de muita prova. Cada dia está sendo uma caixinha de surpresas para o torcedor. Já são nove desfalques. Os jogadores infectados foram o Bruno Henrique, Michael, Diego Ribas, Isla, Matheusinho, Filipe Luís e Vitinho. Além deles também ficarão de fora o Gabigol (lesionado) e Gustavo Henrique (suspenso).

A partida até gerou um burburinho em relação a ser adiada ou não. A Conmebol foi criticada por não adiar jogo do Flamengo com relação a seus jogadores infectados.

Marcoz Braz, vice, ainda teme que tenham mais pessoas infectadas no clube. É um risco, mas os trabalhos não podem parar, já que o Flamengo entra em campo nesta terça-feira (22), às 19h45, contra o Bracelona-EQU, em Guayaquil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui